Nesta série de posts apresentarei o desenvolvimento e a programação de um robôt sprinter “Raptor” para competições.Baseia-se num “Arduino”, “sensores QTR 8RC Pololu”, “Driver drv8833 Pololu” e “Pololu 10: 1 micromotors”. Aqui apresento a lista detalhada dos materiais necessários:

MATERIAIS:

QTR 8RC (matriz de 8 sensores da casa Pololu)

Esta imagem tem um texto alternativo em branco, o nome da imagem é 0J629.1200.png

Basicamente esses sensores são usados ​​em pinos digitais, eles também podem ser usados ​​em pinos analógicos, mas previamente configurados como digitais. É por isso que esses sensores são muito versáteis e também têm uma distância maior na detecção em comparação com o analógico). O modo de funcionamento destes sensores baseia-se na base do princípio da carga e descarga dos condensadores está em série com os foto-transistores, quando presente em uma superfície branca do condensador tenderá a não reter carga, portanto, a saída será 0 volts, mas ao contrário, se estiver em uma superfície escura (o corpo escuro absorve a luz), o foto-transistor não saturará, então o capacitor irá reter a carga, produzindo uma voltagem positiva. Previamente ele tem que configurar os respectivos pinos do microcontrolador como saída através do envio de um impulso de alguns micro-segundos, em seguida, após o envio do impulso definida como entrada por uma leitura digital, isto deve ser feito continuamente em um circuito para detecção de dados .

É assim que você pode saber se está em uma superfície branca ou preta. Estes sensores já tem uma biblioteca em Arduino faz todo esse procedimento automaticamente, apenas tem que declarar os pinos que usamos e fazer chamadas para os respectivos papéis de funções de leitura calibrados e leituras do sensor de posição é o que estamos interessados ​​no algoritmo de controle do robô sprinter.

ARDUINO ( nano, mini pro, micro, um, mega, o que quer que seja: 3)

Continua… 😉

Deixe uma resposta